COMO CALCULAR JUROS COMPOSTOS

Olá amigos estudantes! Nesta página vamos aprender sobre o regime de juros compostos, explorando a definição e a forma de cálculo através da fórmula, e claro, com muitos exemplos.

O ideal é que o aluno já tenha estudado (e entendido rs) o regime de juros simples.

Bom estudo a todos!

 

 

DEFINIÇÃO

O regime de juros compostos é a forma de cálculo de juros utilizada por bancos e financeiras. Esse formato oferece maior rentabilidade pois utiliza o chamado “juros sobre juros”, onde os juros são capitalizados, ao contrário do regime de juros simples que incidem somente sobre o capital inicial.

Vamos analisar um exemplo de aplicação onde o regime é o de juros compostos:

 

Exemplo 1: Quanto renderá uma aplicação de R$ 2.000,00 durante 8 meses, a uma taxa de 2% meses utilizando o regime de juros compostos?

Observe o quadro abaixo:

exemplo de como calcular juros compostos

Veja que o nosso montante será de R$ 2.343,32, ou seja, renderá R$ 343,32 de juros. Se o mesmo cálculo fosse feito utilizando o regime de juros simples, teríamos um montante de R$ 2.320,00. Essa diferença de R$ 23,32 ocorre justamente porque no regime de de juros compostos os juros são capitalizados. Em valores e prazos maiores isso pode fazer uma grande diferença.

 

 

FÓRMULA MATEMÁTICA

Já deu para perceber que se a quantidade de períodos de capitalização for muito grande, esse cálculo fica bem complicado não é mesmo? Para facilitar a nossa vida, vamos agora aprender a utilizar uma fórmula bem simples, porém muito importante. A fórmula para o cálculo do montante no regime de juros compostos. Veja:

 

formula do montante juros compostosOnde:

M = montante

C = capital

i = taxa no formato decimal

n = quantidade de períodos

Obs: É importante ressaltar que a taxa e a quantidade de períodos devem ser condizentes, ou seja, se a taxa for mensal, n deve representar a quantidade de meses, se a taxa for anual, n deve representar a quantidade de anos…

Vamos agora aprender na prática a utilizar a fórmula através de dois exemplos bem simples porém bem didáticos. Mãos à obra.

 

Exemplo 2. Qual o montante produzido por uma capital inicial de R$ 1.300,00 durante 5 meses, taxa de 2% ao mês e regime de juros compostos?

 

Resolução

O primeiro passo para resolver o exercício é identificar as nossas variáveis:

M = ?

C = 1300,00

n = 5 meses

i = 2% a.m. = 0,02

 

Utilizando a fórmula:

exemplo juros compostos

 

 

Exemplo 3. Qual o valor final, após aplicarmos R$ 20.000,00 na poupança, durante 1 ano a uma taxa de 0,5%?

 

Resolução

Identificando as variáveis:

M = ?

C = 20.000,00

n = 12 meses

i = 0,5% a.m. = 0,005

 

Utilizando a fórmula:

juros compostos formula exemplo

 

 

Então é isso pessoal. Espero que tenham aprendido um pouquinho sobre como calcular juros compostos, pois além de ser um conteúdo importante para a escola, faculdade ou concurso, é muito importante para o nosso dia-a-dia.

Quem pode compartilhar nas redes sociais e deixar seu comentário. Ficaremos muito felizes em receber seu feedback.

Deus abençoe a todos!

Sobre Jordon

Graduado e mestre em matemática pela Universidade Federal do Espírito Santo. Trabalha como bancário há 10 anos e também como professor em cursos preparatórios para ENEM, vestibulares e concursos públicos.

Deixe uma resposta

eu endereço de email não será publicado. Campos Obrigatórios *

*